Ir aos links

História

O Sindicato dos Municipários de Gravataí foi fundado em 1988, no último ano de governo do então prefeito Abílio dos Santos. Com um formato associativo, em 8 de agosto daquele ano a entidade foi registrada em cartório. Somente anos depois, no entanto, obteve o registro no Ministério do Trabalho, em Brasília, e a concessão da Carta Sindical – o que conferiu a antiga associação a categoria de Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Gravataí.

Até 1996, a história do Sindicato foi marcada por disputas. A entidade não tinha força para buscar seu espaço junto a categoria. Os convênios eram o único benefício oferecido aos associados, mas os pagamentos às empresas estavam atrasados.

A partir de 1996, com a eleição da servidora Neuza Vicentini para presidência, na época lotada na Secretaria da Fazenda, o Sindicato dos Municipários ganhou nova cara. De uma sala locada na galeria ao lado do Lord Hotel, o STPMG passou a ter sede própria, ganhou força e credibilidade junto à categoria e à cidade, além da tão sonhada Carta Sindical.

O caminho até a sede própria, no entanto, não foi fácil. O primeiro investimento do Sindicato foi um terreno na conhecida Travessa do Bispo, no Centro, onde havia a intenção de se instalar a primeira sede. Da salinha na galeria, o STPMG passou a alugar uma casa na Rua Adolfo Inácio Barcelos, perto de onde hoje é a Fundarc. Saiu de lá em 2002, quando foi para outra casa maior na rua Anápio Gomes, em frente a escola Barbosa Rodrigues.

Sede Própria do STPMG

Em 2006, a compra da sede própria com recursos do Sindicato foi uma das maiores conquistas da categoria. O espaço tem capacidade de receber os serviços que o STPMG oferece, além de um salão para eventos e assembleias com capacidade para aproximadamente 100 pessoas. A sede própria fica na rua Heitor de Jesus, 212, bem no Centro de Gravataí.

Atualmente, os associados do STPMG contam com convênios médicos, de compra de alimentos, comerciais, eletrodomésticos, móveis e até um hotel para férias de verão. Cerca de 30 empresas parceiras oferecem produtos para pagamento com desconto em folha mediante autorização obtida pelo servidor no Sindicato.